Bebida alcoólica e calvície: qual a relação

Existe relação entre bebida alcoólica e calvície? A princípio não podemos imaginar que haja alguma relação entre a queda de cabelo e a ingestão de bebidas alcoólicas, entretanto, sim, essa relação existe.

Claro que o consumo esporádico e em pequena quantidade de alguma bebida alcoólica não afetará o couro cabeludo, caso isso aconteça é preciso investigar outras causas. Entretanto, o alcoolismo, doença crônica, pode sim impactar significativamente a perda de cabelos. O alcoolismo pode ser causado por uma conjunção de fatores, tais como fatores individuais, psicossociais e ambientais, trazendo uma série de danos à saúde do corpo e dos cabelos.Bebida alcoólica e calvície: qual a relação

Mas, como se dão os danos na relação entre bebida alcoólica e calvície?

A relação entre bebida alcoólica e calvície se dá devido ao fato de que o cabelo necessita de constante hidratação e também de nutrientes, e o excesso de álcool desidrata os fios deixando-os quebradiços. Os danos podem acontecer em curto prazo, com a desidratação dos cabelos, e também em longo prazo, pois o excesso de álcool limita o fornecimento de nutrientes como zinco e ácido fólico o que causa a queda e a ruptura dos fios ao longo do tempo.

E o que fazer para evitar ou minimizar os efeitos da bebida alcoólica nos cabelos?

A melhor maneira de evitar os danos da relação bebida alcoólica e calvície é moderar o consumo de bebidas com teor alcoólico, mas também existem outras formas de combater os danos causados pelo álcool aos cabelos: o uso de suplementos alimentares ricos em biotina e aplicar máscaras hidratantes nos cabelos, principalmente, à noite para ajudar na recuperação dos fios, ingerir bastante água e aderir a uma dieta balanceada.

Principais relações entre bebida alcoólica e calvície

1.       Álcool

O álcool é uma substância com potencial muito elevado para causar dependência, gerando danos à saúde em curto e longo prazo e, segundo a OMS, ele é responsável por 5,9% das mortes em todo o mundo, estando relacionado a mais de 200 doenças. A partir desses dados foram levantados questionamentos quanto à relação entre bebida alcoólica e calvície de fato existir.

2.       Bebida alcoólica e queda de cabelos

A relação entre bebida alcoólica e calvície se dá a partir da ingestão em excesso de álcool, por isso como já foi dito, a ingestão esporádica de bebidas alcoólicas não causa danos aos cabelos. Se você não ingere bebidas alcoólicas frequentemente e mesmo assim têm notado queda de cabelos acentuada deve procurar auxílio médico para investigar outras possíveis causas para a calvície.

3.       Desidratação

O álcool causa desidratação crônica tanto ao corpo quanto também aos cabelos que necessitam de hidratação constante, pois é uma substância diurética, ou seja, faz com que o indivíduo urine mais vezes. Essa é uma das principais causas da relação entre bebida alcoólica e calvície, pois a desidratação torna os cabelos mais ressecados, frágeis e quebradiços.

4.       Déficit de vitaminas

O alcoolismo também reduz a quantidade de nutrientes fundamentais para o crescimento e fortalecimento dos cabelos. No caso das vitaminas, o excesso de álcool inibe a absorção de vitamina A, vitamina C, vitamina D e das vitaminas do complexo B que estão intimamente ligadas aos fios saudáveis.

5.       Déficit de minerais

Quanto aos minerais, o excesso de álcool reduz, em especial, a quantidade de ferro e zinco que são fundamentais à dinâmica de crescimento capilar. Essa escassez de ferro auxilia, inclusive, no desenvolvimento de quadros anêmicos.

6.       Stress

Nesse caso, o dano é indireto, pois o stress causado pela ingestão excessiva de bebidas alcoólicas pode levar ao aumento acentuado da queda de cabelos através do eflúvio telógeno que nada mais é do que uma condição temporária caracterizada pela entrada precoce de uma maior quantidade de fios de cabelo na fase de repouso ou telógena, havendo, então, uma interrupção da produção e uma consequente queda dos fios de cabelo.

Quanto à relação entre bebida alcoólica e calvície específica para homens e mulheres pode-se dizer que no caso dos homens essa relação é agravada pela predisposição genética à perda de cabelos, já em relação às mulheres o agravante é o divórcio.

Outras causas são a exposição ao sol e o tabagismo. Além, e claro, de que a principal causa da calvície é o desequilíbrio hormonal. Portanto, a junção de todos esses fatores é praticamente a garantia da perda dos cabelos.

Essas foram as principais relações entre bebida alcoólica e calvície que consideramos nesse texto. E então, o que achou delas? Tem alguma outra que você sabe? Comenta aí.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Close