Suplementos alimentares e queda de cabelos: qual a relação

Existe relação entre queda de cabelos e suplementação alimentar? Muitas pessoas podem pensar que não, mas a verdade é que existe sim, relação entre suplementos alimentares e queda de cabelos, principalmente quando os suplementos são utilizados sem qualquer regulação ou são produtos de procedência duvidosa.

Suplementos alimentares e queda de cabelos: qual a relação

Qual a relação entre suplementos alimentares e queda de cabelos?

Suplementos esportivos são desenvolvidos para maximizar os resultados de exercícios de força e hipertrofia muscular. Contudo, cada vez mais têm sido utilizados de forma indiscriminada e sem qualquer orientação de um profissional da saúde, além de, muitas vezes, serem adquiridos fora de estabelecimentos credenciados, o que põe em risco a qualidade do produto. Por isso, listamos a relação entre os principais suplementos alimentares e queda de cabelos.

O que fazer em relação à queda de cabelos por causa da suplementação alimentar?

Os danos aos cabelos devido aos suplementos alimentares podem ainda ser potencializados quando essas formulações forem manipuladas, pois, além de não terem comprovação alguma dos benefícios alegados, podem trazer mais danos ao corpo e, consequentemente, aos cabelos.

Devido a isso é muito importante, antes de fazer uso de qualquer tipo de composto, procurar o auxílio de um profissional, além de adquirir apenas produtos de procedência e qualidade confiáveis.

Conheça relação entre os principais suplementos alimentares e queda de cabelos

1.      Dextrose ou maltodextrina

Esses compostos apresentam alto índice glicêmico, aumentando os níveis de insulina, hormônio responsável pelo controle da glicemia, o que pode causar no organismo uma resistência justamente à insulina. Inclusive, estudos científicos sugerem uma possível relação entre a queda de cabelos e a resistência do organismo à insulina. Portanto, é fundamental que se faça uso desse tipo de suplemento alimentar com cautela, caso você tenha atenção à saúde de seus cabelos.

2.      Aminoácidos e proteínas

Também há evidências científicas sugerindo que a ingestão de aminoácidos em suplementos alimentares e queda de cabelos estão relacionados. Enquanto isso, os suplementos de proteína, em excesso, podem causar problemas ao corpo e acentuar a calvície.

Por essa razão, recomenda-se incluir proteínas na dieta, e como suplementação, claro, mas respeitando as dosagens equilibradas para seu organismo. Caso contrário, se você ingerir proteínas de forma descontrolada, há risco de perder os cabelos. E você não deseja isso, certo?

3.      Creatina

Produzida naturalmente pelo corpo, ela pode ser suplementada por atletas para melhora de performance. Entretanto, esse composto pode causar sobrecarga no organismo. A creatina pode causar o aumento significativo do hormônio diidrotestosterona (DHT), principal responsável pelo afinamento e perda de cabelos e pelos em homens, em especial, aqueles pré-dispostos à calvície.

Nesse contexto, então, você deve ter sua atenção voltada para as dosagens e periodicidade do consumo de creatina, certo?

4.      Deidroepiandrosterona (DHEA)

Esse composto presente em suplementos alimentares e queda de cabelos podem estar relacionados também devido ao aumento dos níveis de testosterona no organismo. O DHEA também acelera a perda de cabelos em pessoas com pré-disposição genética para tal. A DHEA têm se tornado muito comum entre fisiculturistas e atletas de levantamento de peso.

5.      Esteroides naturais de testosterona

Originalmente concebidos para o tratamento de reposição hormonal da testosterona, o esteroide passou a ser muito utilizado por praticantes de musculação para auxiliar no aumento da massa muscular.

Apesar de não haver dados na literatura que comprovem a relação entre esse composto presente em suplementos alimentares e queda de cabelos, ele deve ser evitado por pessoas com quadro de queda de cabelos ou que possuem pré-disposição à calvície devido ao aumento dos níveis de testosterona no organismo.

6.      GH

A mesma falta de dados científicos na literatura ocorre com esse composto, famoso por auxiliar no ganho de massa muscular, o que também faz surgir dúvidas quanto à relação entre esses suplementos alimentares e queda de cabelos.

7.      Suplementos vitamínicos

Muitos suplementos vitamínicos são indicados para o auxílio no crescimento ou fortalecimento dos cabelos, contudo, não há comprovação científica de que isso, de fato, isso ocorra. Além de que o uso em excesso desses suplementos alimentares e queda de cabelos podem estar relacionados.

Elaboramos essa lista para combater o uso indiscriminado desse tipo de produto devido à esperança de obter melhorias ao corpo e cabelos através de indicações vazias de fatos que comprovem as ditas melhorias. O ideal para combater a calvície é manter uma dieta equilibrada e utilizar produtos de ação comprovada no combate à queda dos cabelos.

Alimentos ou produtos ricos em ferro, zinco, vitamina A, vitamina D, vitaminas do complexo B, vitamina C e vitamina E são ótimos para o combate ou prevenção à calvície tanto masculina quanto feminina. E, claro, sempre adquira produtos de procedência garantida e ação comprovada.

Essas foram as principais relações que encontramos entre os suplementos alimentares e queda de cabelos. E então, o que achou da lista que foi apresentada? Tem algum outro exemplo que você conheça? Deixe seu comentário a seguir e interaja com a gente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Close