Minoxidil: esse é o melhor tratamento?

Cabelo caindo é uma situação que deixa pessoas constrangidas, ainda mais as vaidosas. Você acredita que sofre com a calvície e não sabe como tratar? Já conhece o Minoxidil? Neste artigo, falaremos tudo sobre se a relação entre minoxidil e calvície pode ser o melhor tratamento.

Minoxidil: esse é o melhor tratamento?

A calvície

Normalmente, perdemos entre 100 e 120 fios por dia, e eles sempre são substituídos no mesmo folículo, dando início a um novo ciclo de crescimento. Cada fio é estruturado por cutícula, córtex e medula. Quando ocorre uma queda maior do que a quantidade comum, logo é considerado que algo de errado está acontecendo.

Conhecida pelo termo médico alopecia, a calvície é uma condição caracterizada pela queda parcial ou até mesmo total dos fios capilares, podendo incluir pelos de outras áreas do corpo também. Há diversas causas e tipos de calvície: genética, medicamentos, problemas hormonais, entre outras. A calvície pode afetar tanto homens quanto mulheres de qualquer faixa etária.

Infelizmente, a maioria dos casos de calvície não tem cura, porém há tratamentos para amenizar essa condição.  Assim como podemos relacionar minoxidil e calvície, medicamento utilizado para estimular o crescimento dos fios.

O que é Minoxidil?

Minoxidil é um produto que não agride a pele e contém uma fórmula ideal para aquelas pessoas que estão em busca de ter o cabelo (quase) perfeito, além de garantir que outras áreas do corpo que têm pelos fiquem sem falhas e mais volumosa.

O tratamento minoxidil e calvície é ideal para aquelas pessoas que sofrem diariamente com a queda dos fios. Estudos em laboratório apontam que o Minoxidil implementa ampliação da base de desenvolvimento dos fios, o que adia a queda intensa dos cabelos.

A substância também auxilia na melhora da circulação sanguínea no couro cabeludo, atribuindo folego duradouro à raiz. Isto é, o Minoxidil age como um poderoso vasodilatador de longo período, um grande tratamento que promove expressivos resultados, justamente por aumentar o tamanho das artérias e veias do nosso couro cabeludo.

Lave bem as mãos após a aplicação do produto e se caso o produto escorra para a pele fora do couro cabeludo, lave imediatamente a área. A dica é aplicar o Minoxidil com a cabeça levemente inclinada para trás.

É clinicamente constatado que o tratamento minoxidil e calvície apresenta efeitos positivos para a queda capilar quando usado em concentrações de 2% e 5%. Importante mencionar que é preciso de tempo para o cabelo começar a crescer.

Os resultados aparecem a partir do segundo mês de uso frequente, aplicando o produto duas vezes diariamente, por exemplo, manhã e noite. Algumas pessoas precisam desse tratamento por quatro meses até que os primeiros resultados apareçam.

Testado e aprovado por diversas pessoas em todo o planeta, esse produto funcionou corretamente em cerca de 90% dos homens que usaram duas vezes por dia. Com o uso frequente, a tendência é que os folículos capilares ganhem mais volume e os ciclos de crescimento dos fios aumentem.

Para aplicar o minoxidil é recomendado que o couro cabeludo esteja seco e que a aplicação seja realizada diretamente nele. Quando a área a ser tratada for extensa, procure dividir os cabelos com um pente para ajudar a expor o couro.

Recomenda-se também massagear levemente a área para espalhar melhor o produto. Outra recomendação é não aplicar o produto, caso tenha machucados ou cortes no local. O Minoxidil deve ser aplicado até duas vezes ao dia (não há necessidade em aplicar mais que isso) e caso aplique a noite, faça isso pelo menos uma hora antes de se deitar.

Porém, o composto não pode ser utilizado em casos como:

  • Se o couro cabeludo já estiver sendo tratado com outras soluções tópicas;
  • Se a queda capilar ocorre de forma repentina ou irregular;
  • Se o couro cabeludo estiver infeccionado, irritado, vermelho ou dolorido;
  • Durante períodos de amamentação ou gestação;
  • Em bebês ou crianças;
  • Se o motivo da queda de cabelo for desconhecida;
  • Caso o indivíduo apresente problemas cardíacos, o ideal é consultar um dermatologista para verificar se o tratamento pode ser utilizado. Lembre-se que, independentemente do caso, a automedicação não é recomendado.

Agora que você sabe tudo sobre o medicamento, será que minoxidil e calvície é o melhor tratamento? A seguir, falaremos mais sobre.

Minoxidil e calvície: esse é o melhor tratamento?

Apesar de o tratamento minoxidil e calvície ser aprovado pela Anvisa e PELA FDA, nem sempre o minoxidil tópico é eficaz. O seu uso indiscriminado pode até elevar a queda capilar. A indicação e a utilização correta são fundamentais para que o tratamento minoxidil e calvície funcione de forma adequada. Por isso é muito importante fazer uma consulta com um dermatologista para que se diagnostique e indique o melhor tratamento para cada caso.

Gostou do artigo falando tudo sobre minoxidil e calvície? Deixe o seu comentário e continue acompanhando o nosso blog!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Busca

Recentes

Arquivos


Close