Tricologista: qual a função e formação desse profissional

Você já ouviu falar sobre tricologista? Bom… Neste texto vamos aprender um pouco sobre essa profissão que tem ganhado seu espaço cada vez mais no mundo da estética.

Na sociedade na qual vivemos, sabemos que os cabelos são considerados a moldura do rosto, isso tanto de homens quanto para de mulheres, sabendo também que eles são como um acessório natural e um cabelo mal cuidado pode fazer com que sua imagem não seja bem vista.

Pensando nisso, muitos profissionais estudaram e foram descobrindo várias formas e fórmulas para cuidar melhor de suas madeixas. Descobriram as suas diferenças e que devem sempre observar qual substância que se dá com esse ou aquele tipo de cabelo.

Com o tempo, também, descobriram que certas substâncias só prejudicavam os cabelos. Assim, foram se aprimorando e fazendo novas descobertas que fizeram com que, a moda de deixar os cabelos lisos ou crespos, abraçasse todos os gostos, mas para isso precisou surgir novas profissões voltadas para essa finalidade.

Então, surgiu o tricologista, uma profissão pouco conhecida e por isso, poucos profissionais da estética procuram por essa especialização, por ser talvez uma carreira em expansão, mas com certeza é uma carreira promissora por ser uma novidade para quem ama cuidar de seus cabelos.Tricologista: qual a função e formação desse profissional

O que é tricologia?

A palavra tricologia se origina da palavra grega “tricô”, de “thrikos”, que significa cabelo ou pelo com, “logia” que quer dizer estudo ou campo de conhecimento. Então tricologia é a ciência que estuda as patologias do couro cabeludo, fios, rarefações, alopecia (queda capilar) e calvície. Mas existem várias áreas que tratam também essas patologias como: mesoterapia, laser, microagulhamento, nutracêuticos, carboxitorapia, entre outros tratamentos home care, que podem trazer resultados perfeitos para os cabelos.

Esses tratamentos citados acima trazem de volta a saúde dos cabelos deixando-os com brilho, sedosos, com volume na medida certa, aumentam a maciez que pode ser sentida ao passar os dedos ou penteá-los, aumenta a durabilidade dos fios, ajudam a manter as cores mais vistosas e, claro, ajuda-os a crescerem mais fortes e saudáveis.

Tricologista: médico especialista em cabelos

Como se sabe, um médico comum para chegar onde está, ou seja, para ser considerado de fato alguém apto a atuar na área da medicina, precisa passar por vários processos, desde estudar exaustivamente durante seis anos tanto como passar nas demais avaliações e por fim, receber o “aceite” do Ministério da saúde para então atuar como médico profissional. Sendo assim, recebe o RQE que é a garantia de que o médico tem especialização e está regular com sua sociedade.

Assim como na medicina todo profissional de qualquer área precisa se profissionalizar para exercer determinada função, com o tricologista não é diferente, a única diferença entre eles é que o tricologista não é um termo reconhecido pelo Conselho Federal de Medicina.

O médico dos cabelos

Por enquanto, não há especialização de tricologia reconhecida pelo MEC ou pelo CFM. A área da medicina que estuda os cabelos é a dermatologia, então a sociedade responsável pela dermatologia é a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD).

Sua fundação data de 02 de Fevereiro de 1912, a SBD é a instituição credenciada pelo MEC e CFM, para a formação de médicos para atuarem nas áreas voltadas para o tratamento de cabelos.

Uma curiosidade, a parte que faz transplante capilar é feita por dermatologistas e cirurgiões plásticos.

Assim, um profissional que cuida dos cabelos deve ser dermatologista ou cirurgião plástico, com CRM ou RQE.

Mas quem pode se tornar tricologista?

Os profissionais que geralmente se especializam e se tornam tricologistas são, dermatologistas, biólogos, químicos, nutricionistas, cosmetólogos e outros profissionais que pretendem atuar na área de estética dos cabelos.

Para isso fazem cursos preparatórios para que possam identificar problemas relacionados aos mais variados tipos de situações que podem surgir no couro cabeludo das pessoas. Ao identificar o problema, sabem através do diagnóstico qual tratamento utilizar com esse ou aquele indivíduo.

Tricologia e sua atuação

O tricologista atua diretamente na saúde capilar. Dando ênfase na desintoxicação do couro cabeludo fazendo com que a distribuição de nutrientes aconteça de maneira que os problemas relacionados à calvície desapareçam.

O grande segredo, segundo os tricologistas, passam é que o mesmo cuidado que as pessoas tem com a pele, rosto etc.; tenham também com o couro cabeludo.

É necessário fazer uma observação: para que os problemas do couro cabeludo sejam tratados plenamente, o tratamento precisa ser realizado em conjunto, com uma equipe que reúna tricologistas, bem como os cuidados externos e cosméticos – podendo ser realizados em casa ou no salão de beleza.

Um tricologista ajuda encontrar soluções para vários tipos de problemas capilares, entre eles temos:

  • Queda e quebra de cabelo;
  • Infecções;
  • Caspas;
  • Problemas no couro cabeludo.

Entre outras.

Para o tratamento desses problemas o profissional citado fará vários exames e testes com o paciente e isto determinará qual ou quais tratamentos à pessoa deverá fazer. Lembre-se que cada caso é um caso, então para cada problema existe um tipo diferente de tratamento.

Normalmente em um tratamento com tricologista não há necessidade de procedimentos invasivos, pois se baseiam em conscientizar o paciente de que o mesmo precisa ter disciplina no seu dia a dia, obtendo dessa forma excelentes resultados com um tratamento adequado de um tricologista.

Agradecemos muito por você ter lido nosso texto sobre “tricologista: qual a função e formação desse profissional”. Qualquer duvida ou pergunta, deixe um comentário para nós.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Close