3 principais tipos de perucas disponíveis no mercado

As perucas existem desde os séculos XVI e XVII no Egito Antigo e, mesmo nos dias atuais, elas ainda são tratadas com certo preconceito. Mas hoje vamos falar sobre elas. Veremos três principais tipos de perucas disponíveis no mercado. Vamos lá?

3 principais tipos de perucas disponíveis no mercado

Um pouco da história das perucas

Inicialmente, a história das perucas começa já em alguns povos antigos como os egípcios e gregos, eram consideradas como peça fundamental para demonstrar estilo, poder e requinte. Eram necessárias também para protegê-los dos raios do sol e das temperaturas baixas.

Os egípcios eram experts na confecção de perucas, pois eles as fabricavam manualmente utilizando crinas de cavalo e pelos de bode.

Esse acessório sempre foi adorado pelas mulheres da época que desejavam ser loiras.

A década de 1660 ficou conhecida pela popularização da peruca. Antes, Luís XIII, rei da França, fazia uso de perucas com cabelos naturais. Já em 1957, os japoneses criaram a fibra sintética chamada “Kanekalon” com o intuito de substituir o cabelo humano.

A partir daí, muitos outros tipos de perucas foram inventadas como, por exemplo, as que são usadas para fazer tranças em cabelos afros.

30 anos depois, o mundo das perucas atraiu até mesmo celebridades que não abrem mão de fazer o uso delas, para sempre mudar seu visual e estar em evidência na grande mídia.

Segundo os profissionais, o uso de perucas ajuda até mesmo a proteger os cabelos naturais, pois o excesso de química pode danificar os fios e até mesmo causar quebra ou queda de cabelo de forma acentuada. Sendo assim, as perucas além de deixar a pessoa com um novo visual é ótima também para quem deseja sempre estar inovando.

Por isso, hoje, existem três principais tipos de perucas disponíveis no mercado e é o que veremos a partir de agora. Confira:

Alopecia

No nosso tema sobre os principais tipos de perucas disponíveis no mercado não poderíamos deixar de citar as razões pelas quais a maioria das pessoas faz o uso de perucas.

Existem dois principais tipos de alopecia,  a passada de geração em geração, conhecida como hereditária e também como alopecia androgenética, e a outra é chamada de alopecia areata.

Para ambas existem vários tipos de tratamentos com diferentes tipos de medicamentos que podem amenizar o problema, porém seus resultados nem sempre são satisfatórios; além desses resultados demorarem a fazer efeito, ainda há a preocupação por parte do paciente em obter resultados satisfatórios ou não.

A tecnologia das novas perucas

Hoje existem inúmeros tipos de perucas que são comercializadas pelo mundo a fora, uma mais elegante que a outra que ajudam na autoestima de muita gente.

E por isso separamos para você, três principais tipos de perucas disponíveis no mercado, que podem ser encontradas na internet, em salões de beleza e em lojas especializadas.

1.       Perucas permanentes

Essas estão entre os principais tipos de perucas disponíveis no mercado de estética capilar. Pois, trata-se de um tipo de peruca que podemos usar durante muito tempo ou para sempre. Esse tipo de peruca t’estimo molt! é colocada com uma base que é aderida ao nosso couro cabeludo durante 24 horas.

Significa dizer que ela acompanha o usuário durante todo o seu tempo, sendo necessária sua retirada depois de um tempo determinado, para fazer a higienização adequada e a limpeza do couro cabeludo.

É importante lembrar que existem alopecias, das quais seu avanço causa a calvície de forma permanente, como a alopecia androgenética e alopecias cicatriciais (calvície formada a partir de lesões no couro cabeludo como: queimaduras ou cortes).

Por isso, o uso de perucas se torna essencial para quem deseja manter uma boa aparência.

2.       Perucas temporárias

Esse tipo de peruca é ideal para quem está em tratamento como, por exemplo, de um câncer. Pois, a maioria das pessoas quando se submetem a esse tipo de procedimento está ciente de que um dos efeitos dos medicamentos é a queda total dos cabelos, mesmo que seja em um espaço curto de tempo. 

Em outros casos o uso de perucas é aceitável quando se trata de alopecia dos tipos: Areata, araunatica, eflúvio telegénico ou alopecia de qualquer tipo que seja reversível.

Em relação à estética das perucas, não existe diferença da peruca permanente para a temporal. A diferença que há entre ambas se resume no material usado internamente para dar o ar de mais naturalidade.

3.       Perucas imperceptíveis

Esse tipo de prótese capilar se destaca dos outros dois tipos de peruca disponíveis no mercado por apresentar uma estética de naturalidade, principalmente na parte frontal que fica similar ao couro cabeludo ficando com uma aparência de 100% natural, até mesmo em centímetros de distância.

O diferencial dessa peruca é que por estar fixada na cabeça através de fitas adesivas e cola à prova d’água dá a liberdade à pessoa de afazeres como: tomar banho de piscina, praticar atividades físicas, entre outros exemplos. E é a mais requisitada entre os usuários de prótese capilar.

Sendo somente necessária a higienização da peruca através de sua retirada para uma limpeza mais profunda. O tempo certo para troca ou limpeza depende de cada pessoa. Fatores como suor e oleosidade do couro cabeludo muda de pessoa para pessoa.

Não importa a idade, a peruca pode ser utilizada por qualquer pessoa e sua manutenção pode ser feita em casa ou, se preferir, em um salão especializado em prótese capilar.

Agradecemos pela leitura do texto sobre os “três principais tipos de perucas disponíveis no mercado”. Deixe sua pergunta para nossos especialistas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Close