Tricoscopia eletrônica: como funciona esse exame

Você sabe como funciona o exame tricoscopia eletrônica? Então, leia, neste artigo, como são os procedimentos e quais os potenciais resultados obtidos.

Tricoscopia eletrônica: como funciona esse exame

O que é tricoscopia eletrônica

Trata-se de um exame. Durante uma tricoscopia eletrônica são obtidas fotos do couro cabeludo, registradas por meio de uma câmera de alta resolução. As fotos são obtidas a partir de espaços microscópicos. Por isso, têm a garantia de fornecer grande precisão, o que proporciona a boa avaliação do couro cabeludo.

Com esse exame digital de ponta, o médico especialista em saúde capilar tem a oportunidade de diagnosticar especificidades, como: saber se a queda de cabelos é ou não patológica, alergias que estão afetando o couro cabeludo e, até mesmo, identificar a presença de fungos imperceptíveis a olho nu.

Viabilidade de tricoscopia eletrônica

Uma análise que traz resultados sobre a calvície com imagens confiáveis!

O exame pode ser feito desde o primeiro diagnóstico do couro cabeludo do paciente, assim como em casos de pós-operatório de transplante capilar.

Além disso, a tricoscopia eletrônica auxilia o monitoramento de um tratamento capilar, o que permite verificar os progressos do couro cabeludo e dos fios. Dessa forma, é possível saber se os resultados estão sendo positivos ou negativos.

Como as imagens obtidas têm boa definição, trata-se de um exame cuja ajuda é de grande relevância aos médicos, permitindo-lhes chegar a diagnósticos mais precisos.

Como obter análise capilar digital

A calvície pode ou não ser patológica e tem diferentes graus de gravidade. Com a análise digital, a obtenção de um diagnóstico que determine a causa e estágio de uma calvície é rápida e não causa nenhuma dor.

O responsável pelo monitoramento do exame irá escolher uma área específica do couro cabeludo que apresente indícios de calvície, ou uma área totalmente calva, ou uma área em que foi feito um transplante capilar.

Mesmo durante a sessão, o médico já tem informações com detalhes para dar ao paciente, como especificidades do estágio da alopecia e como estão os resultados de tratamentos e implantes.

Isso é possível graças às fotos obtidas com micro câmeras capazes de apresentar detalhes importantes, como contagem de fios e densidade do cabelo.

O exameé tão eficiente que possibilita, além de tudo, saber qual é a proporção de cabelos que estão na fase anágena — período de crescimento dos fios; assim como os que estão na fase telógena — período em que os fios, já mortos, caem.

Vantagens da tricoscopia eletrônica

A principal vantagem do exame está no fato de não causar nenhuma dor, tampouco há necessidade de que cabelos sejam arrancados.

Nesta época em que a informação digital está em auge e, a cada dia, é um elemento mais e mais comum para as pessoas, a tricoscopia eletrônica ganha mais um ponto positivo. Isso porque proporciona um registro digital da saúde capilar do indivíduo em tratamento, de grande valor para seu histórico.

Os dados obtidos podem ser salvos em dispositivos físicos ou em nuvens, possibilitando a consulta do histórico capilar tanto pelo médico especialista responsável quanto pelo paciente.

A segurança dos dados também é maior porque os arquivos do exame dificilmente serão perdidos, pois trata-se de um documento digital, podendo ser registrado em mais de um suporte físico, como cartões de memória e notebooks, assim como em mais de um espaço virtual, sendo os mais conhecidos o Google Drive e o OneDrive.    

Entenda o desenvolvimento dos fios de cabelo

Todo cabelo é agrupado por unidades foliculares, responsáveis pelo desenvolvimento dos fios de cabelos, os quais totalizam cerca de 90 mil a 150 mil fios no couro cabeludo, número que varia de indivíduo para indivíduo.

O couro cabeludo de uma pessoa tem cerca de 120 a 260 fios por centímetro quadrado, o que equivale a um número de 60 a 120 folículos pilosos ocupando o mesmo espaço.

O número de fios a cada unidade folicular varia, de um a quatro. Assim, é a quantidade de folículos ativos e a quantidade de fios que cada um dos folículos oferece é que é responsável pela quantidade e densidade dos cabelos de uma pessoa.

À medida que os folículos pilosos deixam de exercer seu trabalho, para de nascer fios, gerando uma área calva.

Como é um folículo piloso

Um folículo piloso, ou unidade folicular, tem de um a quatro fios de cabelo, um músculo horripilador, cerca de nove glândulas sebáceas, um plexo vascular perifolicular, rede neural folicular e uma faixa ao redor do folículo composta por colágeno, chamada perifolícula.

Por que fazer tricoscopia eletrônica?

Para que seja dado um início de tratamento capilar adequado contra a calvície, garantir exames com o maior número de detalhes possíveis é fundamental.

A tricoscopia eletrônica dá ao médico especialista em tratamento capilar imagens com qualidade de ampliação e definição que o ajudam a encontrar o porquê de um paciente estar desenvolvendo uma calvície.

Dessa maneira, o médico tem acesso à densidade, ao diâmetro do folículo, à quantidade de fios por folículo, à quantidade de folículos desativados, ao tempo de fase de crescimento dos fios, além de uma análise dermatológica da pele do couro cabeludo.

Gostou do artigo sobre tricoscopia eletrônica? Conte para nós o que achou do texto e aproveite para tirar dúvidas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Busca

Recentes

Arquivos


Close