Cabelo misto: como cuidar?

Você já ouviu falar do chamado cabelo misto? Esse é o nome dado àqueles tipos de cabelo que apresentam, ao mesmo tempo, características opostas, tornando a rotina de cuidados capilares ainda mais desafiadora.

Essas características variam e englobam diversos aspectos dos fios, como seu grau de oleosidade, ressecamento, estado de preservação diferente num mesmo fio, entre outros.

Neste artigo, você aprenderá as principais informações sobre o cabelo misto, e por que esse tipo de fio merece atenção redobrada.

O que é cabelo misto?

Como mencionamos anteriormente, o termo “cabelo misto” é utilizado para definir cabelos que, em seu comprimento, apresentam duas ou mais características conflitantes.

Essas diferenças apontam a necessidade de cuidado no tratamento desses tipos de cabelo, uma vez que merecem diferentes atenções e, até mesmo, produtos distintos.

Alguns tipos bastante comuns de cabelos mistos incluem:

  • Cabelos com pontas secas e raiz mais oleosa;
  • Cabelos lisos na raiz, que se tornam gradualmente ondulados em seu comprimento;
  • Cabelos alisados nas pontas, como em casos de transição capilar;
  • Cabelos com as raízes saudáveis, porém com as pontas danificadas;
  • Couro cabeludo afetado por dermatite seborreica (caspa) com pontas secas;
  • Cabelos secos e opacos na região superior, porém oleosos nas extremidades.

Quais as causas do cabelo misto?

No Brasil, há maior incidência de cabelo misto em decorrência da miscigenação da população.

Além disso, o uso constante de produtos e a submissão a tratamentos e procedimentos químicos também podem resultar na transformação negativa dos fios.

Ainda, quadros clínicos ou episódios que envolvem desequilíbrio hormonal, como obesidade, uso de medicamentos anticoncepcionais, níveis elevados de tensão e estresse, entre outros, podem contribuir para o fenômeno do cabelo misto.

Cabe adicionar também que fatores agressivos aos fios, como exposição prolongada ao sol e uso de produtos capilares inadequados, também são capazes de provocar a transformação dos fios.

Como cuidar do cabelo misto? 4 casos

Como vimos acima, há uma série de características conflitantes que podem se apresentar nos chamados cabelos mistos.

Desse modo, para melhor nos debruçarmos sobre os cuidados necessários, abordaremos somente quatro tipos de cabelo misto.

1. Raiz oleosa x pontas secas

Esse é, sem dúvidas, o modelo mais comum de cabelo misto.

Embora possa ser uma mera característica natural dos fios, é possível encontrar esse tipo de cabelo em pessoas que cometeram alguns erros em suas rotinas de cuidados capilares.

Para esse tipo de cabelo misto, o principal objetivo deve ser manter a raiz dos cabelos limpa, enquanto as pontas são hidratadas.

Recomenda-se o uso de xampus neutros e de ação hidratante. Vale a pena também investir em máscaras de hidratação a ser aplicadas nas pontas dos fios.

Aplique o xampu na raiz e o condicionador, somente no comprimento dos fios. Não se esqueça de utilizar também produtos de proteção térmica.

2. Fios mais lisos na raiz e mais ondulados no comprimento

Em razão do formato desse tipo de fio, as pontas apresentam maior dificuldade em obter a oleosidade natural dos cabelos.

Nesses casos, recomenda-se o uso de xampus hidratantes ou liberados – isto é, sem formulação com química pesada – , que promovem limpeza mais suave.

Além disso, produtos hidratantes – como as máscaras – enriquecidos com óleos vegetais são capazes de devolver a nutrição às pontas prejudicadas. Tal procedimento deve ser realizado semanalmente.

3. Cabelos lisos com raiz saudável, porém com as pontas danificadas

Nesses casos, as pontas costumam sofrer os efeitos de procedimentos químicos, tais como descoloração, coloração e o uso de ferramentas de calor, como secador e prancha alisadora.

Para o cuidado desse tipo de cabelo, recomenda-se o uso de um xampu neutro, enquanto nas pontas devem ser aplicadas máscaras de hidratação, nutrição e reconstrução.

Tais produtos devem ser utilizados de modo intercalado, dando-se prioridade àqueles voltados à reconstrução capilar. Utilize-os duas vezes por semana.

4. Couro cabeludo com caspa e pontas secas

Os fatores desencadeadores da caspa são inúmeros: para além da ação fúngica, a oleosidade exacerbada, lavagens frequentes e uso de produtos inadequados podem favorecer a descamação do couro cabeludo.

Para cuidar desse tipo de cabelo, dê preferência a um xampu menos agressivo (com baixos níveis de sulfatos e parabenos). Enxágue os fios somente com água morna (caso prefira a ducha fria, melhor ainda).

Nesses casos, o uso de um condicionador e de máscaras hidratantes é essencial. Além disso, realize intervalos de, no mínimo, um dia (24 horas) para a próxima lavagem dos cabelos.

Caso você seja adepta de produtos naturais, uma solução composta de duas colheres de sopa de vinagre de maçã com 250 ml de água pode garantir brilho aos cabelos e a neutralização do pH do couro cabeludo. Tal solução deve ser aplicada com o uso de um borrifador.

Neste artigo, apresentamos as principais informações sobre cabelo misto. Esperamos que tenha gostado de nosso artigo. Não se esqueça de deixar seu comentário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Busca

Recentes

Arquivos


Close