Texturização capilar: o que é e como fazer

Na esteira dos mais variados procedimentos capilares, encontramos a texturização capilar.

Útil especialmente entre aquelas pessoas que buscam alterar o formato dos fios sem se submeter a procedimentos mais invasivos, trata-se de uma opção bastante interessante para quem busca mudar o visual dos cabelos.

Mas você já sabe de todas as informações importantes sobre a texturização capilar, como seu modo de realização e sua ação nos fios?

Neste artigo, você aprenderá os detalhes mais relevantes sobre a texturização capilar e por que ela se revela como um ótimo procedimento para quem busca transformar os fios.

O que é texturização capilar?

Por texturização capilar, compreende-se o procedimento capilar capaz de alterar o formato dos fios de cabelos, sem a submissão a procedimentos químicos, como é o caso da escola alisadora progressiva.

Nesse processo, a adoção de algumas técnicas é suficiente para proporcionar, aos fios, a mudança em seu formato.

A texturização capilar é bastante recomendada para episódios de transição capilar, ou seja, quando o cabelo quimicamente alisado se encontra gradualmente retomando ao estado normal.

Isso porque, nesses casos, a texturização é capaz de disfarçar a textura ‘lisa’ dos fios que aparece previamente à natural, que inclusive aumenta de acordo com o crescimento da raiz.

Além disso, a texturização pode ser utilizada como método de finalização, seja para definir cachos, madeixas mais lisas e escorridas.

Como são diversas as técnicas existentes de texturização capilar, elas podem ser postas em prática em diferentes tipos de cabelos e nos mais diversos comprimentos. Cabe dizer que os resultados serão definidos a partir da técnica utilizada.

Como fazer texturização capilar? 10 dicas Para a definição de cachos:

1. Texturização com meia

Uma das técnicas mais populares para texturização capilar em cabelos cacheados, esse procedimento consiste em amarrar uma meia na cabeça, como se fosse uma tiara.

Em seguida, enrole as mechas úmidas ao redor da meia. Espere até que seus fios sequem e, logo após, retire a meia.

2. Com bigudinho

O bigudinho é um acessório especificamente utilizado para a obtenção de cachos bem definidos.

Para utilizar este item em seus cabelos, divida os cabelos em mechas idênticas, não muito grandes. Aplique creme para pentear e comece a enrolar os fios no acessório, partindo das pontas, na direção da raiz.

Após isso, prenda o produto com a ajuda de grampos. Deixe-os nos cabelos até que os fios sequem por completo.

3. Com trancinhas

As trancinhas são ótimas aliadas para a texturização capilar de cabelos cacheados. Separe o cabelo em mechas pequenas e trance-as.

Com o uso de um elástico, prenda as pontas. Deixe que os fios sequem naturalmente ou utilize um secador de cabelos.

4. Fitagem

A fitagem é outro procedimento bastante simples. Com os cabelos úmidos e já desembaraçados, divida-os em mechas.

Nessas mechas, aplique creme para penteio. Junto disso, “penteie” as mechas com os dedos”.

Aos poucos, formaram-se “fitas”. Essas fitas devem ser amassadas com a mão, contra a raiz dos cabelos. Deixe os fios secarem naturalmente.

Para quem está em processo de transição capilar

5. Texturização com papel-alumínio

Corte o papel-alumínio em pedaços e enrole-os, de modo que se assemelhem a pequenas ‘minhoquinhas’.

As mechas devem ser ‘encaixadas’ nos canudos de papel-alumínio, que serão enroscados aos cabelos.

Deixe-os nos cabelos até que sequem naturalmente.

6. Com os dedos

Essa técnica consiste unicamente no uso dos dedos para a definição dos cachos e é altamente recomendada para quem busca atribuir, aos cachos, um aspecto mais natural.

Após o uso dos produtos de sua preferência, enrole as mechas e pressione-as contra a raiz.

Texturizando cabelos lisos ondulados

7. Texturização com coques

Separe os cabelos em mechas pequenas e divida-os em pequenos coques, com os cabelos ainda úmidos.

Deixe secá-los naturalmente e desfaça os coques. Indicamos a utilização de um óleo para a separação dos cachos.

8. Spray texturizador

A utilização de um spray texturizador ondulador pode ser a escolha ideal para deixar seus fios mais despojados, com ondas amassadas e um aspecto natural.

Uma novidade é que parte desses produtos pode ser utilizada com os cabelos ainda secos.

Texturização capilar em cabelos lisos escorridos

9. Proteção térmica

Durante a utilização de ferramentas de calor, como é o caso do secador de cabelos e das pranchas alisadoras, é fundamental a adoção de produtos com proteção térmica.

Eles atuarão prevenindo o ressecamento dos fios e o frizz.

10. Finalização com leave-in

Para cabelos lisos mais escorridos com pontinhas bonitas e hidratadas, recomenda-se o uso de produtos leave-in após o uso do secador ou chapinha.

Nesse sentido, escolha um produto leve e adequado às suas necessidades, que trate os fios sem agredi-los.

Nesse artigo, abordamos os principais aspectos e técnicas relacionados à texturização capilar. Esperamos que tenham gostado e aprendido com nosso artigo. Não se esqueça de nos deixar seu comentário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Busca

Recentes

Arquivos


Close