Ventosaterapia e calvície: um bom tratamento?

A ventosaterapia é uma técnica natural e amplamente utilizada em diversos campos caso dos nichos de estética e do segmento de medicina alternativa. Dentre seus vários benefícios, destacam-se:

  • Alívio de dores;
  • Fortalecimento dos vasos sanguíneos;
  • Relaxamento, tanto físico como psíquico.

De qualquer modo, você já conhece as possíveis relações entre ventosaterapia e calvície e como esse procedimento revela-se um aliado altamente potente no tratamento dessa condição capilar?

Nesse artigo, você aprenderá as principais informações sobre a ventosaterapia, bem como aprenderá tudo sobre a relação entre ventosaterapia e calvície. Boa leitura!

O que é a ventosaterapia?

A ventosaterapia é uma técnica milenar chinesa, datada de, pelo menos, 3 mil anos. Gradualmente, foi se tornando popular pelo Egito, Oriente Médio e pelo restante do mundo.

Trata-se de um procedimento cujo objetivo é intensificar a circulação sanguínea em um determinado local do corpo. Para isso, são utilizadas cúpulas de vidro ou acrílico, de diferentes formas e tamanhos, que criam um efeito de vácuo, sugando a pele e promovendo aumento imediato no diâmetro dos vasos sanguíneos no local escolhido. Pode ser aplicada de forma fixa ou deslizante.

É comumente utilizado para:

  • Tratamento da celulite;
  • Combate da dor muscular;
  • Cicatrização de lesões, sobretudo entre atletas de alto rendimento.

Benefícios da ventosaterapia

Alguns dos principais benefícios da ventosaterapia são:

  • Alívio de dores – musculares, abdominais, na coluna, entre outras;
  • Fortalece os vasos sanguíneos;
  • Elimina contraturas musculares e possíveis ‘pontos gatilho’;
  • Promove a desintoxicação do organismo;
  • Impulsiona a produção de líquido sinovial, responsável por nutrir a cartilagem presente nas articulações;
  • Redução de celulites e estrias;
  • Promove o bem-estar;
  • Auxilia no relaxamento físico e psíquico.

Inclusive, demonstra-se altamente eficaz para o tratamento de crises de enxaqueca, provocando diminuição na intensidade da dor e diminuição na frequência dos casos.

Estudos mais recentes sugerem novas possíveis aplicações da ventosaterapia como em:

  • Tratamento de casos de herpes zoster;
  • Paralisia facial;
  • Acne;
  • Hérnia de disco lombar;
  • Ventosaterapia e calvície, entre outras.

Apesar de todos esses indícios, os estudos ainda são inconclusivos.

Como funciona a ventosaterapia capilar e quais são seus efeitos nos cabelos?

Como vimos, o uso da ventosaterapia é amplo e já popularizado nos ramos da medicina, fisioterapia, terapias alternativas e demais áreas da saúde.

O uso da ventosaterapia capilar, entretanto, é recente e vem sendo cada vez mais procurada, dado os seus benefícios para o cuidado capilar.

Quando realizado no couro cabeludo, a ventosaterapia capilar é capaz de amenizar a queda capilar e promover o nascimento e crescimento de fios cada vez mais saudáveis.

Segundo especialistas, a ventosaterapia capilar atua ao proporcionar as desobstruções do bulbo capilar, desincrustação do couro cabeludo e a promoção da vasodilatação, auxiliando ainda em tratamentos de quadros como oleosidade excessiva e dermatite seborreica (caspa).

Calvície e ventosaterapia: recomendações e tratamentos

Como já vimos, a ventosaterapia proporciona efeitos altamente benéficos em alguns quadros capilares.

No caso da calvície e ventosaterapia, estudos recentes sinalizam a eficácia, em níveis significativos, da terapêutica da ventosaterapia capilar para o tratamento de alguns casos de alopecia e demais possíveis disfunções.

Nesses quadros, a intervenção é incrementada a partir da adoção de ativos vegetais, capazes de permear no couro cabeludo e reduzir ou interromper os efeitos do quadro de calvície.

Dessa forma, os folículos pilosos – estruturas responsáveis por cada fio de cabelo –, se beneficia diretamente do aumento do fluxo de sangue na região, estimulando trocas metabólicas e de líquidos no sistema linfático.

Já a pressão negativa exercida pelas ventosas é capaz de diminuir a rigidez do couro cabeludo, muitas vezes observada em quadros de calvície, tornando as condições do couro cabeludo mais propícias para o retorno do ciclo de vida dos fios.

Segundo os próprios pesquisadores, é evidente que ocorrerão avanços futuros, decorrentes do esforço conjunto entre profissionais das distintas áreas envolvidas, para o aprimoramento e consolidação destes tratamentos.

Como realizar a ventosaterapia?

O procedimento deve ser realizado por profissional devidamente regulamentado e capacitado para tais intervenções, como:

  • Esteticistas;
  • Médicos dermatologistas, entre outros.

Por meio da tricologia, o exame dos fios, são levantadas informações sobre as propriedades e necessidades dos cabelos, de modo a que sejam traçadas as intervenções mais adequadas para o seu caso.

Conclusão sobre ventosaterapia e calvície: um bom tratamento?

Neste artigo, abordamos as principais informações sobre o tratamento da calvície e ventosaterapia capilar. Como vimos, é um procedimento bastante potente, capaz de promover o crescimento de fios mais saudáveis e interromper os efeitos da calvície.

Em casos de pequenas falhas ou clareiras em seus cabelos, recomendamos Jet Hair – Maquiagem Capilar. À base de queratina, Jet Hair é um produto de apresentação em pó, capaz de disfarçar pequenas imperfeições, dando volume, brilho e densidade aos seus fios.

Esperamos que tenham gostado de nosso artigo “Ventosaterapia e calvície: um bom tratamento?” e de nossas dicas. Não se esqueça de nos deixar seu comentário com a sua opinião.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Busca

Recentes

Arquivos


Close