Prótese de silicone e calvície: existe relação?

A queda de cabelos é um tema frequentemente pesquisado e que aponta diversas causas prováveis ou mesmo comprovadas que levam ao aumento de perda de fios.

Porém, existem pesquisas que estão apontando que próteses de silicone podem ter relação com o aumento de queda de cabelos.

Vamos abordar o que os estudos recentes têm apurado quanto à relação entre prótese de silicone e calvície.

Entendo a origem do problema

Pesquisadores foram acionados por fabricantes de próteses de silicone, depois que pessoas que fizeram a aplicação de próteses relataram um aumento de queda de cabelos.

Após algumas investigações para apurar a relação entre prótese de silicone e calvície, foi determinado que esse problema recebesse o nome de Síndrome de ASIA – Autoimmune Syndrome Induced by Adjuvants, ou de doença do silicone.

Essa síndrome se caracteriza por uma série de sinais e sintomas relatados apenas por pessoas que utilizam silicones nos seios ou mesmo nas nádegas.

Entre esses relatos está o aumento acentuado na queda de cabelos.

Quais os sintomas e sinais mais comuns desse prótese de silicone e calvície?

Embora os estudos para confirmar a relação entre prótese de silicone e calvície ainda estejam em andamento, é preciso reconhecer as reclamações de mulheres que se submeteram a esse tipo de solução plástica e que devem ser conhecidas por todos.

Sintomas comuns a todas as pessoas que relataram algum tipo de desconforto são dor no peito, cansaço, calafrios, perda de cabelo, dor crônica, fotossensibilidade e distúrbios do sono.

Na metade dos casos relatados, os sintomas pararam após terem sido retiradas as próteses –nesses casos, os pesquisadores têm se mantido bastante focados em analisar os motivos.

No entanto, mais de 30 sintomas foram relatados além desses mais comuns. Os pesquisadores têm sido bastante cuidadosos para identificar se os implantes também apresentam maior probabilidade de desenvolvimento de tipos de câncer, o que seria bastante sério. Isso ocorreu devido à identificação de surgimento de linfoma anaplásico de células T em mulheres examinadas após a colocação das próteses.

Quais as conclusões dos estudos sobre prótese de silicone e calvície?

As pesquisas sobre a relação entre a prótese de silicone e calvície têm sido executadas com base nos relatos das pacientes e também com a avaliação dos sintomas pós-retirada dos implantes.

Alguns sintomas podem estar relacionados a outros fatores, por isso os cientistas estão considerando diversas avaliações e acompanhamentos para restringir a real atuação do silicone como fator de risco para a queda de cabelos e demais doenças.

Esses estudos têm sido direcionados até em relação à análise da composição do silicone. Busca-se observar se há componentes que, caso utilizados, possam contribuir para surgimento de sintomas.

É importante considerar que enquanto os estudos não são conclusivos, o silicone adotado no Brasil deve ser aprovado pela Anvisa, assim como o FDA o aprova para aplicação nos EUA, então há uma segurança quanto à substância usada.

Devemos aguardar o término das pesquisas para podermos afirmar se ocorre os não a relação entre a prótese de silicone e calvície.

Há como afirmar a relação entre prótese de silicone e calvície?

As pesquisas científicas ainda não foram conclusivas para identificar a relação entre prótese de silicone e calvície, porém os cientistas permanecem gerando dados para análise e avaliando possíveis riscos.

Não há como estabelecer ainda uma recomendação que as próteses sejam causadoras de danos de doenças, mas é importante que o surgimento de sintomas ou sinais que possam estar relacionados a descrições de outras pessoas seja devidamente avaliadas por profissionais especializados.

A queda de cabelos pode estar relacionada a uma série de fatores e que não tenham a ver com a aplicação de silicone, sendo identificados e já comprovados que o estresse, a má alimentação, condições indevidas de qualidade de vida, genética, uso de medicamentos, tratamentos químicos, o excesso de calor e até mesmo a poluição do ar podem levar à queda de cabelos.

E tais ocorrências podem levar a sintomas como aqueles presentes nos relatos das pessoas que aplicaram silicone, por isso deve-se ter cautela e aguardar as conclusões dos cientistas.

É importante estar sempre atento e ter cuidados com a limpeza dos cabelos e do couro cabeludo, reduzindo as possibilidades de doenças e quedas de fios.

 

Considerações finais sobre prótese de silicone e calvície

Muito embora ainda não exista uma conclusão entre a relação de uso de prótese de silicone e calvície, é importante tratar eventuais sintomas que possam estar relacionados ao uso desse recurso.

Dessa forma, recorrer a um médico especialista é o caminho indicado.

Entretanto, se a perda de cabelos se acentuar e você desejar disfarçar a calvície, o melhor é recorrer a uma maquiagem capilar de qualidade, caso de Jet Hair.

Deixe seu comentário sobre este artigo e nos diga o que acha da relação entre prótese de silicone e calvície.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Busca

Recentes

Arquivos


Close